Segunda-feira, 10 de Janeiro de 2005

“A Procura da Terra do Nunca”

findingneverland_xl.jpg

Num tempo de previsível seca ocorre perguntar em que momento se perdeu a inocência? O que se fez do espaço que era preenchido por ela? Não é uma nostalgia da adolescência ou quiçá de infância, é tão somente a constatação de uma perca, consequência de deixar lá atrás algo que devia continuar aqui de braço dado com os nossos dias. Se ela teve o seu tempo, pois então de quem é este tempo? Que razão irreconciliável impede a vivência madura com a saudável inocência? “A Procura da Terra do Nunca” é um filme que convida a uma resposta. Neste filme há muito mais de cruel do que de mágico, nele se apresenta a incapacidade de gerir a morte, ou melhor as mortes que vão toldando uma família. A morte da mesma forma que cruelmente rouba a vida, assalta também o sonho e deixando um vazio que quebra o propósito e o sentido da vida. É uma dor que cria um ressequir de sentimentos profundo e nem sempre ultrapassado. “A procura terra do nunca” É uma narrativa que assenta na contingência desta realidade e na capacidade de aliar a inocência e genialidade ao Amor, permitindo continuar a Acreditar e isso não se circunscreve a qualquer idade.
publicado por vitorcandidojose às 02:41
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 24 de Janeiro de 2005 às 22:46
O filme vale pela coragem de procurar sempre a verdade, com muito amor e a consciência de que tudo vale a pena, quando se tem um Projecto de Vida. É por ele que lutamos nos momentos mais dificeis... É ele que nos faz sobreviver nos tempos de não, de vazio e de renuncia...Jorge Dias
(http://olhaquedois.weblog.com.pt)
(mailto:jorgehumbertodias@iol.pt)

Comentar post

vitorcandidojose@sapo.pt

.pesquisar

 

.textos recentes

. Pedro Rolo Duarte

. Sem mais.

. É não é

. Soneto de Fidelidade

. Adelaide

. Quando me sinto só

. Urgências...

. CORRESPONDÊNCIA

. Livre

. Com a devida vénia ( blog...

.links

.recordações

. Julho 2010

. Novembro 2009

. Fevereiro 2009

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO