Quinta-feira, 6 de Março de 2008

Com a devida vénia (autor Francisco José Viegas)

Zangados

Um amigo que vive noutro continente, ao jantar, conferindo o estado da pátria: «Está tudo muito zangado. Liguei a televisão e vi um ex-polícia muito zangado a falar de crimes. Vi os jornais e está tudo muito zangado a falar de política.» Agustina Bessa-Luís falava de «certos períodos em que o ódio é mais abundante». Talvez este seja um deles. Há ondas de ressentimento que afectam as pessoas; dispara-se para a ASAE, para o Ministério da Educação, para o Benfica ou o FC Porto, para os pobres funcionários das repartições; não que não haja razão. Nestas alturas lembro a poesia apenas por dislate; há um poema de Manuel António Pina em que se reflecte sobre «a origem da poesia» e a sua «natureza», para depois, diante de um velho funcionário de uma repartição, amedrontado no seu guichet, se fazer esta pergunta: «E o que fez a poesia por este senhor?» Fomos ficando insensíveis, provavelmente. Há certas alturas em que a zanga é a linguagem habitual, a mais normal. São períodos que antecedem a mudança ou a indiferença. Creio que virá a segunda hipótese.

publicado por vitorcandidojose às 17:55
link do post | comentar | favorito
|
vitorcandidojose@sapo.pt

.pesquisar

 

.textos recentes

. Pedro Rolo Duarte

. Sem mais.

. É não é

. Soneto de Fidelidade

. Adelaide

. Quando me sinto só

. Urgências...

. CORRESPONDÊNCIA

. Livre

. Com a devida vénia ( blog...

.links

.recordações

. Julho 2010

. Novembro 2009

. Fevereiro 2009

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO